Rede Aurora

a-importancia-da-repeticao-no-aprendizado-de-idiomas
A importância da repetição no aprendizado de idiomas
9 de julho de 2024
petrobras-anuncia-aumento-de-preco-da-gasolina-e-do-gas-de-cozinha
Petrobras anuncia aumento de preço da gasolina e do gás de cozinha
9 de julho de 2024

Vacina contra o HPV já está disponível para usuários da PrEP em Campos

08/07/2024 às 13h29min – Atualizada em 08/07/2024 às 13h29min

Pessoa em PrEP poderá se vacinar contra o HPV em qualquer sala de vacina do município, incluindo o Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE)

– Redação

Ascom

A vacina contra HPV (Papilomavírus Humano) já está disponível para pessoas na faixa entre 15 e 45 anos que tomam a Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Campos, a imunização desse público segue a recomendação do Ministério da Saúde, que, no dia 4 de julho, ampliou o público-alvo para essa vacinação.

Para receber a vacina, os usuários da PrEP terão que apresentar um formulário, que é emitido pelo Centro de Doenças Infecciosas e Parasitárias (CDIP) comprovando o uso do medicamento e os documentos pessoais, como RG, CPF ou Cartão do SUS. 

Com a ampliação, os usuários da PrEP não vacinados terão direito a três doses da vacina HPV quadrivalente, que serão aplicadas com intervalo de dois meses após a primeira e seis meses após a primeira. As pessoas em PrEP que tenham tomado uma ou duas doses também poderão completar o esquema vacinal. 

“Pessoas em PrEP já vacinadas com esquema completo conforme preconizado para essas faixas etárias ou situações especiais, não deverão ser vacinadas novamente”, explica o assessor técnico de Imunização, Leonardo Cordeiro. 

O usuário da PrEP poderá se vacinar contra o HPV em qualquer sala de vacina do município, incluindo o Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE), nos horários de funcionamento da unidade escolhida. 

Outros públicos que podem tomar a vacina HPV

A vacina contra o HPV é disponibilizada pelo SUS desde 2024. Atualmente, pelo calendário de rotina da criança e do adolescente, meninas e meninos de 9 a 19 anos devem receber uma dose da vacina. Pessoas de 9 a 45 anos em condições clínicas especiais, como as que vivem com HIV/Aids, transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea e pacientes oncológicos (imunossuprimidos), vítimas de abuso sexual e pessoas portadoras de papilomatose respiratória recorrente (PPR) também são vacinadas. 

O HPV é uma infecção sexualmente transmissível e está associada a verrugas anogenitais e ao desenvolvimento de câncer de colo do útero, vulva, pênis, ânus e orofaringe.