Rede Aurora

torcedor-do-americano-e-espancado-por-organizada-do-america-na-baixada-fluminense
Torcedor do Americano é espancado por organizada do América na Baixada Fluminense
9 de julho de 2024
​entidades-de-classe-recebem-pre-candidatos-a-prefeito-de-campos
​Entidades de Classe recebem pré-candidatos a prefeito de Campos
9 de julho de 2024

Entrega da Ponte da Integração é adiada para janeiro de 2025

A Ponte da Integração Deputado João Peixoto, no município de São João da Barra, foi o local escolhido pelo governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, para encerrar, na última sexta-feira (5), uma série de vistas que fez ao Norte e Noroeste Fluminense. Ao lado do presidente da Alerj, Rodrigo Bacellar, e da deputada estadual Carla Machado, Castro reafirmou a conclusão da obra até o fim do ano e anunciou o início das obras das RJs 194 e 196, que atenderão ao fluxo da ponte entre os municípios de São João da Barra, Campos e São Francisco de Itabapoana.

Além dos três, várias outras autoridades estaduais, secretários municipais de São João da Barra, que representaram a prefeita Carla Caputi, e lideranças regionais estiveram percorrendo parte da Ponte da Integração, que passa por cima do Rio Paraíba do Sul. Uma construção esperada por mais de 40 anos e que é apontada pelo próprio Governo do Estado como a maior obra de infraestrutura do Norte e Noroeste Fluminense.

— Aqui, na verdade, são três obras em uma. Você tem a obra da ponte, você tem as alças e duas RJs que aí sim faz a ligação. Então também já começamos as RJs. Até outubro a gente realmente encerra a ponte, até janeiro as alças e aí mais um ano para realmente as RJs estarem completamente prontas. Isso aqui é algo que mexe com os brios dessa região, caracterizava muito o abandono, a falta de foco, a falta de investimento. A gente consegue dar um passo no sentido de valorizar essa região do nosso Estado, que economicamente é importante demais e que precisava se sentir importante. Acho que a entrega dessa ponte, além dessa questão de infraestrutura, vem também amalgamar essa importância que o Estado volta a dar para uma região tão importante — destacou o governador Cláudio Castro, garantindo que já em janeiro será possível o uso da ponte pelos moradores, sem que haja o tráfego de veículos pesados.

A deputada estadual Carla Machado, que luta pela conclusão dessa ponte antes de ter sido prefeita por quatro mandatos em São João da Barra, reforçou a importância da conclusão dessa via de integração, principalmente para o desenvolvimento econômico da região para além do Porto do Açu.

— Mais um passo foi dado no sentido de concluir essa obra tão almejada há mais de 40 anos por todos nós, não só sanjoanenses, mas campistas, nosso povo também de São Francisco, e todos aqueles que empreendem aqui na região. Nós temos o maior complexo portuário e industrial privado da América Latina. Temos as nossas usinas de cana e a questão turística também, que liga aqui o litoral fluminense ao capixaba. Vai dinamizar vários setores. Por isso, São João da Barra, hoje, é a porta de entrada do desenvolvimento, gerando emprego, gerando renda — ressaltou Carla Machado, que lembrou também o empenho da prefeita Carla Caputi nos pedidos para a conclusão da ponte. “A prefeita não pôde estar aqui presente porque teve o seu filhinho Kaleb, essa semana, mas também está muito satisfeita e está aqui de coração”, completou a deputada.

O presidente da Alerj, Rodrigo Bacellar, também falou da luta antiga dos políticos da região para a conclusão da ponte lembrando, inclusive do saudoso deputado João Peixoto, que dá nome a ponte.

— Temos o prazer de estar aqui na Ponte da Integração, mostrando de verdade o que é integração. Eu quero dizer aqui publicamente que essa obra aqui não tem pai. Essa obra aqui não é somente do governador Cláudio Castro, mas sim da população de Campos, de São João da Barra e de São Francisco de Itabapoana, porque aqui quem ganha é o povo. Não existe um super-herói que fez isso aqui sozinho, é um trabalho de equipe e uma cobrança insistente de cada deputado aqui da região, cada vereador, um esforço conjunto das secretarias e do Departamento de Estradas de Rodagem — disse Bacellar, salientando todo o apoio dado pelo governador.

Entre as autoridades que acompanharam a visita à ponte estiveram os secretários de São João da Barra, como o de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Alexandre Magno Estefan, o de Comunicação Social, Rodrigo Florencio, o de Segurança Pública, Anderson Campinho, e a chefe de gabinete da prefeita Carla Caputi, Nayara Pereira. Na comitiva do governador estavam o deputado estadual licenciado e secretário estadual de Habitação, Bruno Dauaire, e o responsável pela pasta de Ambiente e Sustentabilidade, Bernardo Rossi, o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Leandro Sampaio Monteiro e o presidente do DER, Pedro Ramos, além dos deputados estaduais Chico machado e Thiago Rangel.

Também acompanharam a visita vereadores, entre eles os presidentes das câmaras sanjoanense e campista, respectivamente Alan Barreto e Marquinho Bacellar.

Sobre a ponte – Com todo o tabuleiro já montado e com quase todo o guarda-corpo concluído, a Ponte da Integração tem 16,2 metros de largura e 35 pilares, sendo 17 no trecho sobre o Rio Paraíba do Sul, 14 em São João da Barra e quatro em São Francisco do Itabapoana. Segundo o DER, além da conclusão da alça de acesso na margem esquerda do Paraíba, será feita nos próximos meses a conclusão das quatro faixas da via com massa asfáltica e sinalização. Também está sendo finalizada a separação das pistas com a passagem lateral de um dos lados da ponte, que será destinada a pedestres e ciclistas.